especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Turismo - 01/10/2015 - 08h22

IV Empretur discutiu novas possibilidades para o turismo




Divulgação

Por Brasiluza Neves do Notícias MS/ Redação Pantanal News

Campo Grande (MS) – Encerrou na quarta-feira (30), o IV Encontro de Empreendedorismo no Turismo –Empretur, com a temática central sobre o empreendedorismo. O encontro foi realizado pelo Curso de Turismo da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul  (UEMS),unidade de Campo Grande, em parceria com o Governo do Estado, através da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS) e apoio do trade turístico.

O evento, realizado anualmente, tem como finalidade promover a aprendizagem integrada entre os setores que envolvem o desenvolvimento do turismo com a troca de conhecimentos teóricos e práticos de gestores, pesquisadores, trade e população, por meio de palestras, oficinas, conferências, confraternizações e atividades culturais.

Segundo a coordenadora do curso de Turismo da UEMS-Unidade Campo Grande, Daniela Sottili, o 4º Empretur vem confirmar a identidade do curso de turismo. O trabalho desenvolvido nesses quatro anos envolve os alunos do curso e professores, e oferece a possibilidade de novas perspectivas para o desenvolvimento do turismo. “Além da importância acadêmica científica aplicada juntamente com os docentes, abre caminhos para o trade turístico, que são grandes parceiros neste trabalho. O evento se consolida e tende a contribuir com as palestras e trocas de informações, tanto para aqueles que estão na academia, quanto para os que estão na gestão dos empreendimentos turísticos ou gestão pública”, disse.

No dia da abertura, a primeira palestra ministrada pelo professor Pós-Doutor Alexandre Panosso Netto, da Universidade de São Paulo, abordou o tema Turismo de Experiência: Conceitos e Práticas. Conforme Panosso, o turismo de experiência é um conceito que permeia todos os segmentos e práticas do turismo. “As pessoas estão buscando no turismo algo mais autêntico e verdadeiro. Temos que entender as tendências mundiais e nacionais, pois o turismo de experiência exige do turista uma carga emocional e histórica”, ressaltou.

O surgimento do segmento tem duas hipóteses apontadas por ele. A primeira seria uma estratégia de marketing turístico, um produto com certo diferencial, que fornece experiências fortes, verdadeiras e autênticas. A outra hipótese surge a partir de uma crise da sociedade, chamado de vácuo existencial. De acordo com Netto, o turismo de experiência em um primeiro momento busca proporcionar aos turistas momentos únicos e marcantes durante sua viagem, através de ofertas inovadoras.

Conforme o palestrante, hoje os turistas desejam viver novas realidades e ter experiências diferenciadas a cada viagem, seja pra fugir do estresse, ficar mais próximo à natureza, ampliar conhecimentos culturais, gastronômicos ou até superar seus próprios limites. As características dos turistas de hoje, conforme Netto, é buscar experiência de algo diferente, gosta de ser desafiado, gosta de ver, mas não constrói, faz por prazer, gosta de esportes, aventureiro, híbrido, entre outras.

Turismo no Espaço Rural

No segundo dia do evento a professora Mestra Alessandra Santos dos Santos, da Universidade de Brasília, falou sobre o Turismo em Espaço Rural: Desafios e Possibilidades. Conceitualmente é o conjunto de atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, comprometido com a produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, resgatando e promovendo o patrimônio cultural e natural da comunidade. O segmento hoje abrange hotéis fazenda, pousadas, spas rurais, restaurantes rurais, camping e acampamentos rurais, turismo de pesca, científico-pedagógico, etnográfico, entre outros.

Segundo Alessandra, as potencialidades do turismo em espaço rural no Brasil trazem impacto direto e indireto na economia local, a pluriatividade com uma ou mais formas de renda dos membros de uma mesma família, resgata as raízes rurais e suas tradições, alia a gastronomia à tradição e modernidade. Ela destaca ainda que o fator importante para o desenvolvimento do turismo rural são as parcerias: Ministério do Turismo, associação de agricultores, cooperativas, instituições de ensino, entre outras entidades.

Gastronomia com insetos

Na quarta-feira, último dia da programação, contou com aula show e palestra abordando o tema Antropoentomofagia: Insetos como recursos alimentares, ministrada pelo professor Doutorando Rossano Linassi, do Instituto Federal Catarinense, Campus Camboriú.

Durante a palestra Rossano falou sobre a “Antropoentomofagia”, que consiste na utilização de insetos na alimentação humana. Conforme Rossato, os insetos são ricos em proteínas, gorduras benéficos, vitaminas e sais minerais, como ferro e zinco, e, de quebra, possuem colesterol quase nulo.  Ao contrário da pecuária tradicional, requerem pouca energia, água e espaço para crescer. São também de cultivo sustentável, pois emitem menos gases de efeito estufa (apenas algumas espécies emitem metano, por exemplo, enquanto gados são uma das maiores fontes do gás poluente) e dependem menos dos recursos do solo.

Segundo ele, no Brasil existem pequenos produtores nas chamadas biofábricas, mas os insetos são destinados para ração animal. Para o turismo, o palestrante desconhece qualquer ação para atrair turista, mas cita um restaurante em Minas Gerias que possui no cardápio pratos com insetos. Segundo Rossano, “O maior entrave é a falta de legislação que permita o comércio formal ou a utilização como alimento”, disse.

Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), quase um terço da população mundial consome insetos por prazer.  Rossano destacou que já são cerca de 1 milhão de insetos reconhecidos, mas que no mundo são mais de 30 milhões existentes. Mais de 1700 são utilizados com alimento, em mais de 120 países (80% dos países).

Na oportunidade o Chefe Rossano preparou vários pratos que foram oferecidos aos presentes, como a pizza de queijo com tenébrios (larva de besouro, conhecido como bicho-da-farinha), macarrão oriental com baratas e larvas gigantes e sobremesa de morango com cobertura de chocolate com larvas de moscas.

Raquel dos Passos

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
23/11/2017 - 15h31
No Ministério do Turismo, prefeito discute liberação de verbas para distrito turístico
22/07/2017 - 14h34
Bonito é eleito o melhor destino de ecoturismo do Brasil pela 14ª vez
17/07/2017 - 15h30
Bonito vence pela 14ª vez prêmio de melhor destino de ecoturismo
20/05/2017 - 11h35
Eventos e negócios impulsionam turismo em Mato Grosso do Sul
12/01/2017 - 11h16
Feriados vão movimentar R$ 21 bilhões no turismo
 
Últimas notícias do site
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
11/12/2017 - 06h40
Semana começa sem chuva em boa parte de MS e máxima chega aos 38ºC
08/12/2017 - 15h54
Final de semana será de chuva e temperaturas altas em todo MS
07/12/2017 - 10h30
Comando do 6° Distrito Naval comemora o Dia do Marinheiro
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.