zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 29/09/2015 - 06h04

Novidades sobre o tratamento da Hepatite C estarão em pauta no XXIII Congresso Brasileiro de Hepatologia

Além das terapêuticas que chegarão em breve ao Brasil, outros medicamentos estão em fase de aprovação no exterior




Por Assessoria / Redação Pantanal News

Os portadores de Hepatite C terão, em breve, acesso a uma nova forma de tratamento: o XXIII Congresso Brasileiro de Hepatologia, que acontece de 30 de setembro a 3 de outubro de 2015, em São Paulo (SP), apresentará, além das terapêuticas de 2° geração – que já estão aprovadas pelo Ministério da Saúde – as de 3°, que têm mais de 90% de eficácia e abrangendo maior possibilidades terapêuticas. 

“Esta novidade terapêutica representa uma revolução, porque o que tínhamos até agora durava 48 semanas, e este tem a duração de apenas 12”, explica o dr. Edison Parise, presidente da SBH. Como novas opções de tratamento estão chegando novas moléculas como Harvoni e Grazoprevir, sendo que o primeiro já está aprovado em solo norte-americano e o segundo está com liberação prevista para o final do ano na Europa e EUA. Outro chamariz para este novo tratamento também é a baixo índice de efeitos colaterais, que está em menos de 5%. 

Com a intenção de inteirar ainda mais os congressistas a respeito das novidades, o evento contará, também, com a presença dos drs. Mark S. Sulkowski, Gastroenterologista e Professor de Medicina na Johns Hopkins University em Baltimore, Maryland (EUA) e Michael W. Fried, Professor de Medicina e Diretor de Hepatologia da University of North Carolina (EUA). 

No território nacional, chega agora o tratamento de 2° geração, em implantação pela Secretaria de Saúde. A expectativa é que comece a ser distribuído nos próximos meses. Segundo o dr. Edison, a maioria dos pacientes com Hepatite C tem a doença crônica e têm mais de 40 anos de idade.

Após negociação com a indústria farmacêutica, o Ministério da Saúde conseguiu reduzir de forma substancial o custo da medicação. “Isso possibilitará o tratamento de quase 15.000 pacientes ainda este ano e, no próximo, cerca de 30.000”, acrescenta o dr. Isaac Altikes, coordenador do Ambulatório de Hepatites do Hospital Ipiranga (SP) e de Gastroenterologia e Hepatologia do Hospital Santa Catarina (SP).

 A Hepatite C, considerada a mais grave, é uma doença viral que acomete o fígado e que pode levar o órgão a uma severa inflamação – podendo ocasionar, consequentemente, uma cirrose e câncer hepático. No Brasil calcula-se que 2 milhões de pessoas estejam infectadas pelo vírus. No último levantamento sobre a doença, os dados apontaram que 63% da população ainda não fez o teste da Hepatite C. Até hoje, foram tratados, no Brasil, cerca de 100 mil casos, o que está muito aquém da necessidade.

Segundo o dr. Altikes, o diagnóstico é feito inicialmente pela pesquisa do Anticorpo do vírus C (Anti VHC), exame que deve ser solicitado a todos os pacientes que têm fatores de risco e, principalmente para os indivíduos com mais de 40 anos. “É um exame de sangue e pode ser solicitado em laboratório. Há também o chamado “teste rápido”, que é feito com uma gota de sangue em postos de saúde”, acrescenta o dr. Parise.

“A hepatite C vive um momento único na Medicina: há 20 anos curávamos cerca de 6% dos pacientes e entramos em uma fase que será possível curar até 95% dos casos. Com isso, no futuro, esperamos ter menos câncer de fígado, menos óbito e menos necessidade de transplante”, conclui o dr. Isaac.

XXIII Congresso Brasileiro de Hepatologia

Data: 30/09 a 03/10

Local: WTC Convention Center

Endereço: Av. das Nações Unidas, 12.551 – Brooklin Novo – São Paulo – SP

Informações: (11) 3141-0707 / hepato2015@gt5.com.br / http://hepato2015.com.br/

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/10/2017 - 09h09
Cinco coisas que tornam você um ímã de mosquitos
09/10/2017 - 10h23
Mato Grosso do Sul recebe nove profissionais brasileiros do Mais Médicos
02/10/2017 - 16h24
Caminhada em Campo Grande chama a atenção para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer
19/09/2017 - 15h13
Setembro Amarelo: no mês de prevenção ao suicídio, Hospital Regional apresenta dados para alertar população
24/08/2017 - 15h35
STF decide, por maioria, proibir a comercialização do amianto
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.