zap
MAIS OBRAS MS 3 MESES
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 17/09/2015 - 08h32

Por lugar ao sol, bando de cágados 'escala' galeria de água em MS

Animais precisam do sol para controlar a temperatura do corpo. Registro foi feito no córrego Lagoa, em Campo Grande.




Por Anderson Viegas do G1 MS / Redação Pantanal News

Cágados escalaram estrutura de concreto para termorregularem a temperatura dos seus corpos (Foto: Anderson Viegas/Do G1 MS)Cágados escalaram estrutura de concreto para tomar sol e regular a temperatura dos seus corpos
(Foto: Anderson Viegas/Do G1 MS)

Em busca de um lugar ao sol, para regular a temperatura dos seus corpos, um bando com cerca de 11 cágados escalou literalmente uma estrutura de concreto em forma de rampa de uma galeria de escoamento de água da chuva do córrego Lagoa, entre as avenidas Lúdio Coelho e Roseiras, em Campo Grande. Os cágados são répteis, da ordem dos quelônios, a mesma das tartarugas e dos jabutis.

Segundo o Departamento de Biologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul(UFMS), os animais vistos no córrego Lagoa são da espécie conhecida como cágado-de-barbicha, que tem nome cientifico de Phrynops geoffroanus. Eles são bem comuns nos córregos de Campo Grande e a espécie tem uma ampla distribuição na América do Sul.

Ainda conforme a UFMS, os cágados são animais ectotérmicos, ou seja, que têm a temperatura corporal regulada pela temperatura do meio ambiente, e a controlam pela exposição ao sol. Por isso, é comum, segundo a instituição, que eles subam em pedras, troncos e outras coisas que consigam “escalar”, até mesmo em indivíduos maiores da própria espécie, para ficarem expostos ao sol.

Conforme a universidade, os cágados são animais bem tolerantes a ambientes antropizados e muitas vezes poluídos. No local onde as fotos foram feitas existe uma placa da prefeitura de Campo Grande que diz a qualidade da água é boa, no entanto, o córrego apresenta estar bastante poluído, com vários tipo de detritos em sua superfície.

Segundo a UFMS, os cágados são animais bem tolerantes a ambientes antropizados e muitas vezes poluídos. (Foto: Anderson Viegas/Do G1 MS)Segundo a UFMS, os cágados são animais bem tolerantes a ambientes antropizados e muitas vezes poluídos. (Foto: Anderson Viegas/Do G1 MS)

De acordo com a UFMS, existe um grupo de pesquisa na instituição coordenado pelo professor Luiz Gustavo Oliveira Santos que estuda a ecologia e o movimento das populações de cágados-de-barbicha nos córregos urbanos de Campo Grande.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
21/08/2017 - 11h33
PMA resgata veado que caiu em lagoa de tratamento de aterro sanitário de Anastácio
10/08/2017 - 11h16
MS registra o maior número de queimadas dos últimos 7 anos
09/08/2017 - 07h53
Em apenas uma semana, agosto já é o 2° mês com mais focos de calor
04/08/2017 - 11h04
Bodoquena, um paraíso de águas, serras e grutas
02/08/2017 - 08h44
Quantidade de focos de calor em julho foi a maior dos últimos 18 anos em MS
 
Últimas notícias do site
21/08/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
21/08/2017 - 17h06
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
21/08/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
21/08/2017 - 15h10
PMA autua pecuarista por desmatamento Terenos
21/08/2017 - 11h51
IFMS prorroga inscrições em Feiras de Ciência para setembro
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.