zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 15/09/2015 - 07h46

Onça fugiu de cheia e pulou muro até ser achada em casa no interior de MS

Animal foi achado e capturado na despensa de casa em Navaraí, em MS. Resgate durou cerca de três horas e precisou de dardo tranquilizante.




SD BM Yakawa B-5/6º SGBM/ CBMMS

Onça-parda foi capturada na despensa de casa
Por Gabriela Pavão do G1 MS / Redação Pantanal News

A onça-parda capturada no fim de semana em um imóvel no Centro de Naviraí, a 359 km de Campo Grande, deve ter pulado vários muros até ser encontrada na despensa de uma casa, segundo o major do Corpo de Bombeiros Waldenir Moreira Júnior, comandante do 6º Subgrupamento de Bombeiros Militar.

Ele disse ao G1, que o animal macho e adulto, deve ter ido para a cidade em busca de área seca e comida, por conta da cheia de rios da região. "Naviraí tem característica de estar margeada por áreas de preservação ambiental, reservas ambientais e essas reservas são áreas de várzeas, onde quando o rio está cheio, a várzea também fica cheia", explicou o major Moreira.

Segundo ele, o rio Amambaí é afluente do rio Paraná e animais como onças tem por hábito caminhar em média 200 km em busca de comida e áreas secas.

"A gente acredita que antes de ser encontrada, ela tenha entrado em outras casas vizinhas, porque tem marcas nos muros. A nossa sorte foi que ela estava em uma casa e não em uma árvore ou local aberto na cidade, porque seria mais difícil o resgate", explicou.

Os muros da casa onde o felino foi capturado tinham marcas das patas, assim como em imóveis vizinhos. O bombeiro também acredita que cachorros de outras casas próximas possam ter espantado a onça, que acabou de escondendo em uma casa onde não tinha cachorros.

Ele lembra que em 2006, outra onça-parda também foi capturada em Naviraí, dentro de um hospital, no mesmo período do ano, caracterizado pela cheia dos rios da região. Na época, o animal assustou uma pediatra.

Em 20 anos de profissião, o bombeiro diz que foi a primeira vez que ajudou a resgatar uma onça. "Já trabalhei em Corumbá também, onde aparecem muitos animais silvestres na cidade, principalmente peçonhentos, mas onça foi a primeira vez", relembrou.

Captura
O resgate foi feito na manhã de domingo (13), em trabalho em conjunto entre bombeiros, Polícia Militar Ambiental (PMA) e equipe técnica da fazenda Green Farm CO2 Free, para onde o animal foi levado. (assista ao vídeo da captura ao lado)

O bicho estava bastante assustado e foi encontrado por volta das 5h (de MS) por um morador da casa, que não soube identificar que animal era e acionou o Corpo de Bombeiros. Ao chegar no local, os militares constataram que era uma onça.

A área onde o animal estava foi isolada e os moradores deixaram a casa por segurança. Um tranquilizante teve de ser trazido de Itaquiraí, a 48 km de Naviraí, para capturar a onça. Por isso, o resgate durou três horas e meia.

O resgate foi feito em trabalho conjunto entre bombeiros, Polícia Militar Ambiental (PMA) e equipe técnica da fazenda Green Farm CO2 Free, para onde o animal foi levado.

Ele estava bastante assustado e foi levado pela Polícia Militar Ambiental (PMA) sem ferimentos para uma fazenda em Itaquiraí, onde passará por avaliação médica.

Destino
O destino da onça-parda que "movimentou" a cidade será decidido nos próximos dias pelo Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) de Campo Grande. Segundo o major da Polícia Militar Ambiental (PMA), Ednilson Queiroz, o CRAS vai até o local onde a onça está para decidir como e onde ela vai ser solta.

O felino foi levado para a fazenda Green Farm CO2 Free, localizada à margens do rio Amambai e distante 27 quilômetros de Naviraí. Segundo o major da PMA, no local há um centro de reabilitação e veterinários para darem apoio e realizarem os primeiros atendimentos no animal.

Onça é encontrada em despensa e é capturada em MS (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)Onça foi capturada com ajuda de dardo tranquilizante no domingo (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
16/10/2017 - 18h59
Incêndio consome parque estadual há 4 dias em MS
13/10/2017 - 10h45
MS 40 Anos: O desafio de harmonizar população e natureza nas lagoas
11/10/2017 - 07h05
PMA recolhe tatu de 36 kg atropelado na rodovia
04/10/2017 - 07h02
PMA captura veado atropelado
28/09/2017 - 13h48
Incêndio assusta moradores em Porto Quijarro, na fronteira do Brasil com a Bolívia
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.