zap
GOV EMPREGO 22-06
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 10/09/2015 - 06h06

Saiba mais sobre a restauração ecológica no Pantanal

Embrapa Pantanal e parceiros abordam o tema com produtores rurais da região




Fotos:Nicoli Dichoff

Pesquisador Felipe Ribeiro conversa com produtores rurais, técnicos e estudantes da área ambiental em Corumbá, MS



Plantio de mudas na região do Pantanal



Pôr do sol pantaneiro
Por Assessoria / Redação Pantanal News

"Quando a gente fala em atender ao Código Florestal, a primeira pergunta que eu tenho ouvido do produtor é: isso vai custar caro?". É dessa forma que Felipe Ribeiro, pesquisador da Embrapa Cerrados, começa a conversar com os técnicos, estudantes e produtores rurais dos assentamentos próximos à região de Corumbá (MS), sobre restauração ecológica – um dos pontos chave abordados pelo Código Florestal brasileiro. O diálogo aconteceu durante o curso "Técnicas de coleta e conservação de sementes florestais, produção de mudas e restauração ecológica – bioma Pantanal", promovido pela Embrapa Pantanal no assentamento Taquaral, próximo à fronteira com a Bolívia.

Com as premissas de preservar florestas e biomas brasileiros, levar a sustentabilidade à produção agrícola e atender a questões sociais sem prejudicar o meio ambiente, o Código Florestal define a restauração ecológica como "o processo de auxílio ao restabelecimento de um ecossistema que foi degradado, danificado ou destruído". Dessa forma, as ações de restauração ambiental são ferramentas importantes para recuperar ambientes, aproximando-os de seu estado original, segundo Felipe. "Uma das preocupações que o Código Florestal tem é de usar a coleta de sementes e a produção de mudas como meios de atendê-lo, usando-as para fazer a recuperação e restauração dessas áreas", afirma.

Para os diferentes projetos de recuperação, o pesquisador ressalta a importância da análise e planejamento por parte do produtor. "O que ele quer trazer de volta? Que tipo de vegetação? Quando ele tem essa decisão tomada, ele tem que saber se o solo está degradado ou não (...). Depois, ele tem que descobrir se há pasto por perto – porque se tiver pastagens, existe o gado que pode comer essas plantas e ele tem que eliminar essa variável. Terceiro, é preciso saber se há risco de incêndio no local para não fazer o plantio e perdê-lo depois", diz Felipe.

Porém, como os biomas brasileiros têm características distintas, é preciso analisar as peculiaridades de cada um antes de iniciar os projetos de recuperação. No Pantanal, por exemplo, os ambientes podem variar bastante de uma propriedade para outra. "Primeiro, é preciso entender que o Pantanal é complexo no sentido de ter diferentes paisagens. Então, se nós vamos recuperar, temos que entender o que queremos recuperar, quais espécies ocorriam naturalmente nesse ambiente. Depois, é preciso disponibilizar para o produtor os "ingredientes": que espécies podem ser "misturadas" com as técnicas adequadas – sejam elas a produção de mudas, semeadura direta (propagação sexuada) ou a propagação assexuada (vegetativa)".

Outra condição importante a se considerar, segundo Felipe, é a quantidade de recursos financeiros que o produtor pode gastar no processo. Porém, é nesse momento que o pesquisador responde à pergunta que ele mesmo fez no início da discussão: os gastos necessários para a restauração ecológica são, na verdade, investimentos. "O produtor tem que ter um aproveitamento completo da propriedade dele. Se ele entende que pode ganhar dinheiro plantando soja, algodão ou pastagem para o gado, ele também precisa saber que pode ganhar dinheiro com a natureza", diz Felipe. "Quando esse produtor toma a decisão sobre o que planta, ele pode escolher quais são as espécies que ele considera importantes, pode fazer um enriquecimento da área dele com plantas de potencial econômico, como o pequi, o jatobá, a macaúba. São espécies com o potencial de fazer com que o produtor ganhe dinheiro futuramente".

Seu Antônio Francisco de Oliveira, produtor rural do assentamento Tamarineiro 1, próximo a Corumbá, mora há 25 anos na região. Com o foco de sua propriedade na pecuária, ele afirma ter se interessado pela recuperação ambiental ao observar o ambiente em que vive e trabalha. "Eu percebo que tem mudado a nossa vegetação. Ela tem se degradado. O próprio pasto tem um período de vida muito curto e as vacas leiteiras sempre perecem. Aí, é preciso preencher a alimentação delas com ração, por exemplo". Com 57 anos de idade e cursando o 5º semestre de Licenciamento em Educação no Campo na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGV), seu Antônio afirma com convicção: "o foco hoje é realmente a natureza, a sua recuperação. É isso o que a gente vive. É disso que a gente depende".

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/06/2017 - 15h50
Cães para adoção serão vacinados gratuitamente nesta sexta
21/06/2017 - 13h32
Coordenador ambiental alerta sobre incêndios florestais no inverno em MS
21/06/2017 - 11h16
Monumento natural que funciona como balneário ganha plano de manejo em Bonito, MS
09/06/2017 - 08h40
Moradores transformam terreno baldio em horta comunitária em MS
08/06/2017 - 15h42
Dourado está para os rios como onça para o Pantanal, compara pesquisador
 
Últimas notícias do site
26/06/2017 - 14h16
Outro foragido da Justiça é capturado pela Getam em Aquidauana
26/06/2017 - 12h41
Policiamento Montado garante a segurança nas escolas de Aquidauana
26/06/2017 - 10h15
Rotai captura mais dois foragidos da justiça em Aquidauana
26/06/2017 - 09h40
Concursos em MS reúnem quase 300 vagas e salários de até R$ 14,9 mil
25/06/2017 - 15h13
Em Furnas do Dionísio, governador entrega obra de R$ 315 mil e anuncia novos investimentos
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.