especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Política - 03/09/2015 - 10h05

Vereadores propõem redução salarial de 90% após 'escândalos políticos'

Município de MS já teve secretário afastado e prefeito cassado este ano. Intenção é acabar com a profissionalização de alguns políticos, diz vereador.




Divulgação/ Câmara de Guia Lopes da Laguna

Projeto de Lei foi apresentado na sessão desta terça (1)
Por Graziela Rezende do G1 MS / Redação Pantanal News

Após uma sequência de "escândalos políticos" no município de Guia Lopes da Laguna, a 213 quilômetros de Campo Grande, com a cassação do prefeito em julho deste ano, além do afastamento de um secretário que acumulava três pastas do município, os vereadores colocaram em votação um projeto de lei que reduz em quase 90% o salário de alguns gestores públicos.

Ao G1, o vereador Ademir Souza Almeida (DEM), um dos autores do projeto, disse que a intenção é acabar com a "profissionalização de políticos". "Diminuindo os salários vamos ter candidatos que realmente querem trabalhar pelo município. É uma cidade de 11 mil habitantes, com população carente e vulnerabilidade social", afirmou Almeida.

Dos nove vereadores atuantes na Câmara Municipal de Guia Lopes da Lagunax, seis disseram ser favoráveis a mudança e assinam o projeto. São eles: Marlon Barbosa (DEM), Gilberto Ferreira (PT), Sérgio Fragoso (PP), Rodrigo Arruda (PMDB), Cleonete Moreno (DEM) e Ademir Souza Almeida (DEM).

"Nós discutimos muito isso aqui e sabemos que muitas pessoas buscam cidades pequenas com o intuito de atuar na política e ser este o seu meio de sobrevivência Eles não pensam em colaborar, mas sim ter o 1° mandato como forma de emprego. A pessoa então prefere se aliar com o Poder Executivo para ser bem atendido em qualquer secretaria, já pensando em alianças para uma próxima eleição, por exemplo", avaliou o vereador.

Segundo cálculos dos próximos parlamentares, se o Projeto de Lei n° 002 entrar em vigor, no dia 1° de janeiro de 2017, isso representa uma economia de R$ 800 mil ao município.

"São valores que vão sobrar para serem investidos principalmente na saúde e assistência social. Já tivemos escândalos na cidade, como o prefeito cassado que está atuando por força de liminar e também a saída de um secretário por desvio de verba pública. Então realmente queremos mudanças", finalizou o vereador.

Cassação
No dia 3 de julho deste ano, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), a exoneração prefeito do município, Jácomo Dagostin (PMDB). Na ocasião o prefeito recorreu à Justiça e está atuando por força de liminar. A Comissão Processante apurou atos de infração político administrativa, como omissão e negligência na defesa de bens, rendas, direitos e interesses da cidade. A decisão foi tomada após seis votos favoráveis à cassação e nenhum contra.

"Super-secretário"
Titular de três secretarias da prefeitura de Guia Lopes da Laguna, em 2014, Edivaldo Soares Pereira, 38 anos, foi afastado dos cargos, de forma preventiva, após determinação da Justiça. O fato ocorreu no mês de fevereiro, quando Pereira se tornou alvo de investigação de fraudes a licitações, lavagem de dinheiro, peculato e posse ilegal de munição de uso permitido.

O pedido de afastamento foi feito pela Polícia Civil, no mês de fevereiro, após indiciamento do investigado. Após ser notificada, a prefeitura publicou a exoneração do servidor. O suspeito era titular das secretarias de Assistência Social, Saúde e Administração. Ele começou a ser investigado em agosto de 2013, após denúncias.

Na época, a investigação disse que o prefeito apresentou um aumento injustificável dos rendimentos, resultando em uma movimentação de cerca de R$ 500 mil reais nos últimos anos. Declarações na Receita Federal apontam valores quatro vezes maiores do que o que seria compatível com o salário do secretário - dinheiro que teria sido usado para a compra de uma casa, terrenos, motocicletas e um caminhão boiadeiro, avaliado em R$ 67 mil.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
30/11/2017 - 09h34
Deputado Dr. Paulo Siufi recebe Prêmio Amigo do Cotolengo
29/11/2017 - 16h00
PL do deputado Dr. Paulo Siufi que proíbe linha chilena em pipas passa em 2ª votação
28/11/2017 - 10h01
Protesto não impede e Assembleia aprova reforma por 13 votos a 7
28/11/2017 - 07h08
Em dia de votação, ‘tropa de choque’ cerca Assembleia e Governadoria
27/11/2017 - 12h40
Siufi entrega a Puccinelli Comenda e Diploma de Honra ao Mérito legislativo
 
Últimas notícias do site
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
11/12/2017 - 06h40
Semana começa sem chuva em boa parte de MS e máxima chega aos 38ºC
08/12/2017 - 15h54
Final de semana será de chuva e temperaturas altas em todo MS
07/12/2017 - 10h30
Comando do 6° Distrito Naval comemora o Dia do Marinheiro
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.