especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 06/08/2015 - 06h42

Batata e pão francês puxam leve alta da cesta básica em Campo Grande




Fotos: Divulgação




Por Notícias MS/ Redação Pantanal News

 A batata e o pão francês foram os vilões da cesta básica em Campo Grande no mês de julho registrando leve alta no consumo do orçamento doméstico em comparação ao mês de junho. Os dados foram divulgados pelo Governo do Estado de MS e elaborados pela Coordenadoria de Estatística da Semad (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico).

De acordo com a pesquisa, tanto na cesta básica individual quanto na cesta básica familiar a batata e o pão francês figuram entre os alimentos com maior percentual de aumento. Comparando os preços nos meses de junho e julho a variação na cesta individual foi: batata 4,68%; pão francês 4,34%; e na familiar: batata 4,70%; pão francês 4,35%.

De acordo com os analistas, a alta ocorreu em razão da baixa oferta da batata no mercado nacional devido ao clima adverso no período do plantio, o que ocasionou perdas na safra passada, diminuindo o volume da batata no mercado nacional. Já o aumento do pão francês foi influenciado pelo aumento do dólar – uma vez que o trigo consumido no país vem principalmente do exterior, custo maior dos combustíveis e aumento da energia elétrica – muito utilizada nos fornos.

Cesta básica individual

A pesquisa da cesta básica individual registrou variação de 20,44% no período de 12 meses, 8,89% nos últimos seis meses e 13,20% no ano. Já nos últimos dois meses a alta foi de 0,79%, passando de R$ 351,20 em junho para R$ 353,99 em julho. Nela são pesquisados 15 produtos, sendo que destes, nove registraram alta: batata 4,68%; pão francês 4,34%; carne 2,95%; leite 2,59%; macarrão 2,29%; margarina 1,62%; alface 1,58%; arroz 1,01% e açúcar 0,74%.

Os alimentos que registraram queda de preço foram: laranja 8,22%; banana 6,09%; tomate 4,80%; sal 2,17%; óleo 1,67% e feijão 0,48%.  A queda da laranja ocorreu devido ao período de safra aumentando o volume de estoques no mercado interno; a fruta também foi o produto de menor variação nos últimos seis meses. O clima favorável atingiu ainda a produção de banana que também registrou queda acentuada de preço.

Confrontado o custo da cesta com a renda mensal, conclui-se que o trabalhador que recebeu um salário mínimo de R$ 788,00 comprometeu 44,92% do salário na aquisição da cesta alimentar e no mês anterior comprometeu a sua renda em 44,57%.

Para o levantamento foram pesquisados semanalmente os preços dos 15 produtos em 26 estabelecimentos varejistas de Campo Grande, distribuídos em seis regiões (Centro I, Centro II, Norte, Sul, Leste e Oeste) sendo: supermercados, açougue, hortifrútis e panificadora em cada região.

Cesta básica familiar

A cesta básica familiar – família de cinco pessoas – registrou alta de 0,49% entre os meses de junho e julho. Em julho, o custo foi de R$ 1.484,43, enquanto no mês anterior foi de R$ 1.477,19. A variação acumulada contabilizou registros positivos: nos últimos 12 meses 11,79%, nos últimos 06 meses 5,62% e no ano 8,59%.

Dentre os 44 produtos pesquisados, 26 apresentaram alta de preços, 17 tiveram queda e um manteve o preço inalterado. No grupo alimentação (32 produtos) a pesquisa apresentou uma variação positiva de 0,41% sendo os principais produtos: pão doce 5,53%; queijo 5,42%; batata 4,70%; pão francês 4,35%; alho 4,20%; cebola 4,17%; manteiga 3,83%; carne 2,95%; leite 2,59% e macarrão 2,29%. Os produtos em queda: laranja 8,22%; cenoura 7,25%; couve 6,20%; banana 6,10%; mamão 5,30%; tomate 4,78%; óleo 1,59%; sal 1,30%; frango 0,54% e abobrinha 0,53%.

O levantamento frisa que os preços do leite pagos ao produtor estão mais altos neste ano, segundo pesquisas do CEPEA (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada ESALQ/USP). E com a entressafra no período pesquisado, diminuiu o volume ofertado o que elevou seu preço 2,59% e consequente alta de seus derivados como o queijo 5,42%.

Em alguns estabelecimentos foi observada a promoção da couve, que influenciou a queda de preço 6,20%. A cenoura também teve queda acentuada de 7,25%, devido sua disponibilidade no mercado interno.

No grupo Limpeza Doméstica (07 produtos) a pesquisa constatou uma alta de 1,89%. Os produtos que contribuíram para essa alta foram: desinfetante 3,83%, sabão em pó 3,14%; esponja de aço 2,78%, água sanitária 2,00%, detergente 1,48% e sabão em barra 1,19%. Cera em pasta manteve seu preço inalterado.

O grupo Higiene Pessoal (05 produtos) registrou alta 1,52%, assinalada pelas variações dos produtos: absorvente 2,79%, papel higiênico 2,17%, sabonete 1,14%, dentifrício 0,55%; lamina de barbear 0,21%.

Assim, o custo total da Cesta Básica Familiar no mês de julho comprometeu 37,68% do valor total da renda familiar. Para esse cálculo considera-se a renda familiar de 5 salários mínimos R$ 3.940,00. No levantamento feito em junho, o custo da Cesta Básica Familiar comprometeu 37,49%.

Para a cesta básica familiar são pesquisados mensalmente os preços dos 44 produtos em 26 estabelecimentos varejistas de Campo Grande, distribuídos em seis regiões (Centro I, Centro II, Norte, Sul, Leste e Oeste), sendo: supermercados, açougue hortífruti e panificadora em cada região. Também são pesquisadas 02 peixarias isoladas.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
28/11/2017 - 10h54
Projeto ferroviário vai expandir fronteira do agronegócio, diz Reinaldo
28/11/2017 - 10h46
Prefeitura vai ajustar gratificações para assegurar salários dos servidores
27/11/2017 - 15h13
Saques da terceira etapa de pagamentos do PIS/Pasep já estão disponíveis
27/11/2017 - 14h12
Cheques de qualquer valor serão compensados em até um dia útil
27/11/2017 - 09h30
Economia deve movimentar R$ 38 milhões com 13° salário em Corumbá e Ladário
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.