zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 05/08/2015 - 06h57

S. Vitória do Palmar ‒ Ponta Santiago (VI Parte)




Fotos: Divulgação










Por Hiram Reis e Silva (*)

Hiram Reis e Silva (*), Porto Alegre, RS, 16 de fevereiro de 2015

 

O Novo Argonauta

(José Agostinho de Macedo)

 

Da praia Ocidental largando as velas

Foi, émula do Sol, a Nau triunfante,

Do Atlântico mar varrendo as ondas,

E com propício sopro a extrema ponta

Tocou do novo Mundo, ousando a ignota

Estrada cometer de um mar, que nunca

De Lenhos Europeus cortada fora. 

S. Vitória do Palmar ‒ Arroio dos Afogados (04.01.2015) 

Acordei cedo, chamei o Brizola, às 04h30, que me levou no seu táxi até o veleiro. Tive de tocar alvorada para acordar os preguiçosos marinheiros e partimos logo depois do desjejum. Nossa rota na margem Ocidental da Lagoa Mirim tinha sido predominantemente Sul, enfrentando vento de proa do mesmo quadrante e agora, na Oriental, nosso rumo seria Norte e os ventos vindos de SO nos empurrariam. Partimos, às 06h20, os ventos não chegavam, por enquanto, a prejudicar por demais a navegação já que não ultrapassavam os 10km/h. Navegamos com tranquilidade por uns 10 km quando o suporte do leme de meu caiaque quebrou. Telefonamos para o Coronel Pastl solicitando que ele soldasse um pino no suporte do leme do Hélio que quebrara na Baía Magra e, como sempre, nosso caro Comandante não sossegou enquanto não atingiu seu intento. 

Embora o vento na alheta de bombordo ajudasse na progressão, as ondas de través mudavam a direção do caiaque obrigando-me a deslocar a empunhadura do remo para uma das extremidades, bem próximo das pás, forçando excessivamente os músculos para mantê-lo na rota. Naveguei assim por cinco quilômetros até o Arroio Curral d’Arroios (33°23’28,9”S / 53°26’11,8”O) onde eu e o Hélio amarramos o leme na popa do caiaque, infelizmente não deu resultado. Navegamos mais dez quilômetros até um enorme canal de irrigação (33°17’41,7”S / 53°27’43,0”O) onde aproveitamos para almoçar enquanto aguardávamos nossa equipe de apoio agora reforçada com a presença de um caro ex-aluno do CMPA o Eduardo Rocha Costa ‒ mais conhecido como “Duda”. Logo que o veleiro trouxe o suporte do leme o instalamos no caiaque e partimos rumo à Ponta dos Afogados. Os ventos começaram a mudar de direção e velocidade e quando chegamos na Ponta dos Afogados fomos até o veleiro para saber qual seria a conduta a partir dali. O veleiro contornaria a Ilha dos Afogados e faria uma aproximação frontal até a Foz do Arroio dos Afogados enquanto nós cortaríamos caminho passando entre a Ponta e a Ilha. Foi uma navegação cansativa enfrentando ventos de proa do quadrante Este com velocidades superiores aos 40 km/h e ondas frontais de mais de um metro que travavam nossa progressão. 

Finalmente chegamos à margem onde consegui contatar o Coronel Pastl que nos forneceu as coordenadas da Foz do Arroio dos Afogados (33°07’46,8”S / 53°22’34,2”O) para onde nos deslocamos sem nenhuma pressa. Fizemos mais duas paradas antes de chegar, às 18h00 à Foz do Arroio onde aguardamos até às 18h55 a chegada do Zilda III. Conduzi os velejadores até uma curva segura e depois de cumprimentar nosso novo expedicionário, o “Duda”, naveguei pelo Arroio até ser barrado pela vegetação aquática. O Arroio é o mais formoso da margem Oriental e deve ser mais belo ainda durante a estiagem. Tínhamos remado 49 km. 

Arroio dos Afogados ‒ Ponta do Santiago (05.01.2015) 

O Antônio permaneceu a bordo do Zilda III e eu e o Hélio, seguimos nossa rotina e rumamos, depois de uma pequena parada, direto para a Ponta da Canoa onde aportei, pouco antes da Ponta, às 08h15, para documentar o local. Depois das fotos continuei minha rota ultrapassando a Ponta e segui direto para a margem oposta novamente enfrentando o vento na alheta de boreste e ondas igualmente de través. Chegamos às 10h30, e, depois de descansarmos um pouco, continuamos nossa jornada até as proximidades de um Canal de Irrigação onde paramos, às 12h00, para almoçar e contatar os velejadores. Avistamos o Zilda III e seguimos rumo Norte, enfrentando sempre ventos de proa a mais de 30 km/h. 

Cheguei à Ponta de Santiago e o veleiro foi de precursor mostrando o caminho até um lugar, a Este da Ponta, perfeitamente abrigado chamado Caldeirinha (32°48’21,0”S / 53°06’32,0”O) indicado pelo Comodoro Roberto Borges Couto do Iate clube de Jaguarão. Ao contornar a Ponta enfrentei grandes ondas de través que ultrapassavam os 2 m de altura, felizmente eram ondas cheias e não estavam quebrando o que seria um complicador adicional. Foi uma prova que demandava apenas atenção, eu sabia que aquilo era um teste fácil para o excelente Cabo Horn, o único complicador era o cansaço imposto por uma jornada de mais de 59 km com ventos fortes de proa durante toda a rota. Aportamos na Caldeirinha, uma interessante e envolvente calmaria contrastava com a fúria dos ventos e ondas que eu acabara de enfrentar. 

Depois da tempestade a bonança, por volta das 20h30, fomos brindados com um pôr do sol magnífico. As diáfanas nuvens, há mais de 10.000 m de altura, apresentavam uma sutil coloração que se refletia nas águas da Caldeirinha emprestando-lhe uma graça toda especial. Nossos caiaques flutuavam suavemente imersos neste quadro fantástico concebido pelo Senhor de Todos os Exércitos. Um brinde do Grande Arquiteto do Universo aos canoeiros que venceram, como os argonautas do passado, os desafios impostos pela natureza. Como diriam meus caros instrutores da Academia Militar da Agulhas Negras (AMAN) ‒ havíamos combatido um bom combate. Remáramos 59 km.

 

Vídeos 

Circum-navegação da Lagoa Mirim
(27.12.2014 a 10.01.2015)

 

I Parte: Canal São Gonçalo – Sangradouro (27.12.2014)
https://www.youtube.com/watch?v=jdlkYAA4D5c

II Parte: Sangradouro – Jaguarão (28 a 31.12.2014)
https://www.youtube.com/watch?v=lZGalACE8kA&feature=youtu.be

III Parte: Ilha Grande do Taquari – Santa Vitória do Palmar (01 a 03.01.2015)
https://www.youtube.com/watch?v=k3sJE1eBlT8&feature=youtu.be

IV Parte: Santa Vitória do Palmar – Taim (04 a 07.01.2015)
https://www.youtube.com/watch?v=A1sSpMFqiP4&feature=youtu.be

V Parte (Taim): Taim (08.01.2015)
https://www.youtube.com/watch?v=-u3XKVdjFwg

VI Parte: Taim – Pelotas (09 a 10.01.2015)
https://www.youtube.com/watch?v=FSPiNDzhTL8&feature=youtu.be 

 

Fonte: MACEDO, José Agostinho de. O Novo Argonauta – Portugal – Lisboa – Oficina de António Rodrigues Galhardo, Impressor do Conselho de Guerra, 1809.

(*) Hiram Reis e Silva é Canoeiro, Coronel de Engenharia, Analista de Sistemas, Professor, Palestrante, Historiador, Escritor e Colunista;

Professor do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA);

Pesquisador do Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx);

Presidente da Sociedade de Amigos da Amazônia Brasileira (SAMBRAS);

Presidente do Instituto dos Docentes do Magistério Militar – RS (IDMM - RS);

Sócio Correspondente da Academia de Letras do Estado de Rondônia (ACLER)

Membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil – RS (AHIMTB – RS);

Membro do Instituto de História e Tradições do Rio Grande do Sul (IHTRGS);

Colaborador Emérito da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG).

Colaborador Emérito da Liga de Defesa Nacional (LDN).

E-mail: hiramrsilva@gmail.com;

Blog: desafiandooriomar.blogspot.com.br

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões. 

Escreva para redacao@pantanalnews.com.br

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/04/2017 - 15h12
Adolescentes em risco de suicídio e o jogo da Baleia Azul
18/04/2017 - 15h00
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte IV
18/04/2017 - 14h55
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte III
18/04/2017 - 14h50
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte II
18/04/2017 - 14h45
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte I
 
Últimas notícias do site
20/04/2017 - 16h22
Deputado Dr. Paulo Siufi recebe Medalha Tiradentes da PM de MS
20/04/2017 - 16h15
Dr. Paulo Siufi cobra cumprimento de lei que monitora eletronicamente os exames de direção veicular
20/04/2017 - 16h02
Ação humana coloca em xeque a conservação de aves do Pantanal
20/04/2017 - 15h48
Conab enviará mais 59,45 mil t de milho para municípios do Norte e Nordeste
20/04/2017 - 15h12
Adolescentes em risco de suicídio e o jogo da Baleia Azul
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.