zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 23/07/2015 - 08h02

Bebê nasce com dois sexos em MS e família busca ajuda médica em SP

Criança foi batizada como menina, mas médicos identificaram testículo. Malformação genital é patologia incomum, diz médico.




Por G1 MS / Redação Pantanal News

Um bebê nasceu com os dois sexos expostos no Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas, a 313 quilômetros de Campo Grande. A mãe, uma jovem de 24 anos, registrou a criança como menina, pois um ultrassom após o parto indicou a possibilidade de haver ovário e últero. Mas médicos de São Paulo, apontaram a existência do que seria um testículo que ainda não desceu.


O médico obstetra e coordenador da maternidade do Hospital Auxiliadora, Valério Abud Chinaglia, que acompanhou o parto da criança, acredita que o caso pode se tratar de anomalia genética.

"De modo geral, nestes casos, é necessária avaliação e acompanhamento ultra especializado, realizando-se ainda exames, inclusive de bandagem cromossômica, para determinar-se corretamente o tratamento, que muito provavelmente será medicamentoso e também cirúrurgico em idade apropriada. Mas deve haver primeiramente a conclusão diagnóstica para se saber qual a patologia", destaca.

Ele afirmou ao G1 que "malformações genitais, as genéticas, ou seja, não adquiridas, tratam-se sim de patologias incomuns ou pouco frequentes".

Gestação
A madrinha do bebê disse ao G1 que a gestação foi normal e os exames apontavam que era menino. "Nós fizemos chá de bebê, tudo branco e azul. A família veio e a mãe ganhou presentes tudo de menino", contou.

O bebê tem 4 meses e nasceu saudável. Segundo a madrinha, de 32 anos, a família teme pelo futuro dele. "As pessoas chamam ele de palavras feias e isso entristece muito a gente. O meu maior medo é que a criança cresça e fique confusa com essa situação toda. Por isso, a gente espera resolver tudo antes sem interferir muito na infância", afirmou.

Dois sexos
Os médicos pediatras diagnosticaram o bebê com anomalia genital, pois ele nasceu com a genitália ambígua, segundo o hospital. O caso pode ser o primeiro de Três Lagoas.

 Após o nascimento, a família foi orientada pelo hospital de Mato Grosso do Sul a levar o recém-nascido para receber atendimento especializado em São Paulo." Eles [os médicos] disseram que era preciso levar a criança no Hospital das Clínicas de São Paulo, mas ninguém tinha dinheiro para ir", relatou a madrinha. 

A Justiça foi acionada e determinou que o estado pagasse a viagem à capital paulista. O bebê já tinha três meses. Em São Paulo, os médicos informaram que a cirurgia de reparo só será possível a partir dos 3 ou 4 anos e que até lá serão feitos vários exames, como análise de hormônios, para tentar identificar a sexualidade dele.

O retorno médico foi agendado para setembro e a família vai realizar um almoço beneficente para arrecadar a quantia necessária para voltar ao hospital, em São Paulo.

Família
A mãe vai passar por acompanhamento psicológico e futuramente o bebê também. "Para ela tanto faz a sexualidade, vai amar da mesma forma", fala a madrinha.

 

A jovem mora com os outros três filhos de 1, 3 e 7 anos e sustenta a família com a pensão de um deles e a renda de programas sociais.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/10/2017 - 09h09
Cinco coisas que tornam você um ímã de mosquitos
09/10/2017 - 10h23
Mato Grosso do Sul recebe nove profissionais brasileiros do Mais Médicos
02/10/2017 - 16h24
Caminhada em Campo Grande chama a atenção para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer
19/09/2017 - 15h13
Setembro Amarelo: no mês de prevenção ao suicídio, Hospital Regional apresenta dados para alertar população
24/08/2017 - 15h35
STF decide, por maioria, proibir a comercialização do amianto
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.