zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 10/07/2015 - 06h10

Projeto do TCE-MS vai evitar o corte de milhares de árvores por ano

Os números são resultado dos investimentos em tecnologia que o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul está realizando para substituir o uso de papel na confecção de relatórios e documentos.




Fotos: Divulgação




Por Henrique Xavier / TCE-MS / Redação Pantanal News

Os números são resultado dos investimentos em tecnologia que o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul está realizando para substituir o uso de papel na confecção de relatórios e  documentos e passando a processar esses registros, cada vez mais, por meio de arquivos eletrônicos.  Um exemplo está na publicação do Diário Oficial.  Ao adotar a nova versão o TCE-MS deixou de utilizar mensalmente 6,7 toneladas de papel, um volume que para ser fabricado exigiria o corte de quase mil árvores a cada ano.  

Outra modernidade que vai gerar números ainda mais expressivos virá pelo e-Contas, um sistema começa a ser implantado para o governo, municípios e autarquias enviarem as prestações de contas anuais, ao TCE-MS, por meio eletrônico e eliminar, de vez, o uso do papel. 

 

O projeto piloto já está sendo testado com sete municípios; Campo Grande, Dourados, Corumbá, Três Lagos, Ponta Porã, Naviraí e Nova Andradina, que juntos vão ter uma chance real para economizar cerca de 50 mil folhas de papel sulfite na prestação de contas relativa aos gastos públicos em 2014. Só a prestação das contas públicas da capital exigia 26,3 mil folhas de papel sulfite. 

 

Outro lado bom está no ganho de tempo. Em lugar de fazer as rotineiras e longas viagens até à sede do Tribunal para entregar a documentação no setor de protocolo, agora, cada cidade, especialmente do interior, pode enviar todo esse trabalho via on line, através do Sistema e-Contas. O que também gera economia aos municípios em relação ao deslocamento de veículos, combustível e diárias de servidores. 

 

O passo seguinte é integrar, ao sistema e-Contas, os 72 municípios restantes de Mato Grosso do Sul bem como o governo estadual, os demais poderes públicos, e autarquias. Além de economia e ganho ambiental a inovação vai dar agilidade no envio das prestações de contas ao TCE-MS. 

 

Atento a esses aspectos relacionados à natureza e compromissados com o fortalecimento das boas práticas pelo bem ambiental das futuras gerações, o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul deu início também, a partir deste mês de julho, a uma campanha de coleta seletiva para dar destinação ambientalmente correta a papéis e jornais que não tem mais nenhuma serventia e acabam sendo descartados nas lixeiras das repartições. 

O projeto faz parte dos compromissos da gestão do presidente Waldir Neves com a sustentabilidade e, ao mesmo tempo, renova o estímulo para o servidor dar sua efetiva contribuição ao meio ambiente. Afinal a produção de papel por meio da reciclagem economiza metade do volume de água em relação ao processo primário a partir do uso de madeira que, para fazer uma folha de papel A4, necessita de 10 litros de água. 

 

Os dados são do Instituto Akatu, que aponta ainda que o processo da produção de papel por meio da reciclagem tem ainda outros dois aspectos relevantes. Um está na preservação das florestas já que o sistema tradicional necessita derrubar uma árvore inteira para obter matéria prima para apenas 15 resmas de papel sulfite. O segundo ganho do reaproveitamento de papéis é a economia de energia elétrica, que pode chegar a até 60%. 

Caixas coletoras estão disponibilizadas em cada departamento do TCE-MS, com a devida identificação, para o descarte específico de papel sulfite, papel picotado e jornais. Todo o material coletado seguirá para reciclagem e desta forma a atitude estará dos servidores  dos servidores estará contribuindo para um futuro melhor. 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
25/05/2017 - 08h51
'Árvore de tucanos' é paisagem diária para casal de aposentados de MS
24/05/2017 - 14h08
Cheia se consolida e rio Paraguai mantém há 24 dias mesmo volume de água
18/05/2017 - 15h17
Cartilha informa pescadores e turistas sobre legislação e regras de pesca em MS
08/05/2017 - 09h13
Projeto Arara Azul é finalista em prêmio nacional
05/05/2017 - 06h08
Rota das Monções: passeio em MS para conhecer exploração dos índios e do ouro no século XVII
 
Últimas notícias do site
26/05/2017 - 12h16
Projeto prevê salas de amamentação em shoppings, aeroporto e igrejas
26/05/2017 - 11h48
Polícia Militar capturou quatro foragidos da justiça nos últimos dias
26/05/2017 - 10h59
PMA apreende meia tonelada de pescado e aplica R$ 33 mil em multas
26/05/2017 - 10h20
Fim de semana em MS tem eventos gratuitos na capital e no interior
26/05/2017 - 09h25
7º Batalhão da PM fecho o cerco contra assaltos à bancos
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.