especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 22/06/2015 - 07h21

Sismógrafos da UFMS não registram tremores em Campo Grande

Aparelhos que detectam tremores de terra ficam em três municípios de MS. Suspeita de o acontecimento ter sido causado pela pedreira é descartada.




Por G1 MS com informações da TV Morena / Redação Pantanal News

O departamento de geociência da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) mantém sismógrafos – aparelhos que detectam os tremores de terra – em Sonora, Chapadão do Sul e Aquidauana. A leitura feita dos registros da última sexta-feira (19) não indica tremores em Campo Grande.

Outra suspeita dos tremores e um forte estrondo seria explosões nas pedreiras que ficam na região oeste da capital sul-mato-grossense. Nos dois locais, os funcionários disseram que não fizeram detonação de explosivos.

O engenheiro responsável por uma das pedreiras, Rui Maribondo, confirmou que não teve explosões nos últimos dias. Ele também se diz intrigado com o estrondo ocorrido na tarde de sexta-feira.

“Foi um tremor ou um abalo sísmico”, afirmou o engenheiro.

Segundo os geólogos, a região pantaneira tem atividade sísmica frequente. O terremoto mais intenso registrado no estado foi em 1964, nas redondezas de Miranda, distante 195 quilômetros da capital sul-mato-grossense. O tremor atingiu magnitude 5.4 na escala Richter que vai de zero a sete.

Mas no estado, há registros de abalos sísmicos desde 1906. Foi em Corumbá, distante 415 km de Campo Grande, que registrou magnitude de 4.2. O último caso registrado foi em 2009, em Coxim, ao norte do estado, e atingiu 4.8 na escala Richter.

O barulho assustou e preocupou muita gente. O comerciante Ataide Nunes disse que ouviu um barulho muito forte por volta das 16h (de MS). “Ia saindo de casa e ouvi uma explosão. Parecia uma explosão”, disse.

Nunes estava perto do bairro José Abraão. Mas, o mesmo barulho foi ouvido pelo eletrotécnico João Paulo Cintra Peixoto, na Vila Planalto. Por morar perto do Exército, pensou que pudesse ser uma explosão de bombas durante treinamento de militares, pesar de o som ter sido diferente.

“Deu um estrondo parecido com explosão. Balançou o telhado e as lâmpadas”, contou.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
02/02/2018 - 06h21
Corumbá: Prefeito recebe pecuaristas e apresenta ações para o Rio Taquari
01/02/2018 - 08h00
Corumbá: Secretaria de Educação entrará em contato com cadastrados na lista de espera
31/01/2018 - 08h00
Corumbá se consagra como corredor logístico do MS com importação de ureia
26/01/2018 - 08h33
Governador retorna das férias e entrega obras em Maracaju
22/01/2018 - 09h01
Luto: Faleceu em Corumbá o advogado Adelmo Salvino de Lima
 
Últimas notícias do site
20/02/2018 - 08h30
Cidades de MS amanhecem com ‘cara de inverno’ após madrugada chuvosa
19/02/2018 - 06h49
Semana começa com garoa e previsão é de tempo instável em MS
16/02/2018 - 06h53
AGENDONA: Fim de semana de enterro dos ossos, música, teatro, oficinas e mais
16/02/2018 - 06h13
Inmet prevê sol entre nuvens e chuva para sexta-feira em todo o MS
15/02/2018 - 16h16
A Falta de Educação
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.