zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 12/06/2015 - 06h10

Caravana dá continuidade a cirurgias e pacientes destacam realização de procedimentos




Fotos: Jéssica Barbosa







Por Jefferson Gonçalves do Notícias MS/ Redação Pantanal News

Três Lagoas (MS) – As cirurgias com especialidades em ortopedia, ginecologia e geral continuam sendo realizadas no Hospital nossa Senhora Auxiliadora em Três Lagoas. Os procedimentos fazem parte do cronograma de cirurgias a serem realizadas pela Caravana da Saúde que está em Três Lagoas desde o dia 30 de maio. Ao todo estão previstas cerca de 362 cirurgias hospitalares para a microrregião. O objetivo é atender as demandas cirúrgicas de pacientes que estavam há muito tempo aguardando na fila para a realização de seu procedimento.

Com uma média de 10 cirurgias ao dia, o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora também contou com a parceria da Santa Casa de Bataguassu para a realização das cirurgias pela Caravana da Saúde. Na manhã desta quinta-feira (11), pacientes que já tinham passado pelas cirurgias e aguardavam alta falaram sobre o alívio de realizar seus procedimentos após longa espera na fila por uma vaga.

O trabalhador em serviços gerais no município de Selvíria, Osvaldo Santos, 56 anos, sofreu uma queda durante o trabalho e acabou fraturando o ombro em dezembro de 2013. Após passar por uma cirurgia para a instalação de pinos cirúrgicos, sua busca para atendimento foi para a retirada dos pinos, o que acabou tornando-se um transtorno já que não conseguia data certa para a cirurgia de retirada.

“Depois da primeira cirurgia não consegui marcar um data para a retirada dos pinos. Fazia os procedimentos de retorno e avaliação, mas sem conseguir marcar uma data para tirar os pinos. Algumas semanas atrás a secretaria de saúde falou sobre a chegada da Caravana e que a minha cirurgia poderia ser realizada. Consegui realizá-la e agora a minha vida volta ao normal. Vou passar pela fisioterapia e recuperar os movimentos do braço, mas só de não sentir mais o peso dos pinos nos ombros já um grande alívio”, disse Osvaldo após receber alta hospitalar.

Moradora em Três Lagoas, Adelice Lacerda Dias teve que aguardar cerca de dois anos para realizar uma cirurgia na bexiga. Para a moradora a Caravana traz um benefício sem tamanho para a população da região de Três Lagoas com atendimentos sem custo. “Meus sintomas eram de incomodo e dor no abdômen por cerca de três anos. Comecei a fazer o tratamento no posto de saúde e até mesmo em clínica, mas tive que interrompe-lo para cuidar da minha mãe. Tive que passar por todos os exames novamente para marcar a cirurgia, mas não conseguia nenhuma data. A Saúde da Mulher entrou em contato comigo e falou sobre a Caravana da Saúde e a oportunidade de marcar a cirurgia. É um grande benefício não só para mim, mas para outros pacientes. Principalmente para aqueles que não tem condições de pagar via rede particular. O maior resultado é poder voltar para casa aliviada e retomar as atividades.”, comemorou Adelice.

Já o eletricista João Batista Silva, 56 anos e morador em Três Lagoas, fraturou a perna e o ombro após um acidente de moto. Após passar por duas cirurgias, João afirmou que aguardará a recuperação e ainda tentará passar pelos atendimentos oftalmológicos da Caravana. “Depois do acidente de moto tive que passar imediatamente pela cirurgia no fêmur. Após o primeiro procedimento em outubro do ano passado fiz a instalação de pino na clavícula e desde então tive que aguardar para retira-los. Com a cirurgia realizada a minha vida volta ao normal. Agora eu espero me recuperar a tempo de poder ir até a caravana e fazer os procedimentos oftalmológicos, por que meus óculos não estão mais adiantando”, ressaltou João.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/10/2017 - 09h09
Cinco coisas que tornam você um ímã de mosquitos
09/10/2017 - 10h23
Mato Grosso do Sul recebe nove profissionais brasileiros do Mais Médicos
02/10/2017 - 16h24
Caminhada em Campo Grande chama a atenção para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer
19/09/2017 - 15h13
Setembro Amarelo: no mês de prevenção ao suicídio, Hospital Regional apresenta dados para alertar população
24/08/2017 - 15h35
STF decide, por maioria, proibir a comercialização do amianto
 
Últimas notícias do site
23/10/2017 - 09h54
Prefeito de Corumbá representa o Brasil em seminário internacional do FONPLATA sobre hidrovia
23/10/2017 - 08h55
Semana em MS começa com 169 vagas em concursos públicos
23/10/2017 - 07h41
PMA e parceiros realizam Educação Ambiental para alunos em escolas ribeirinhas e indígenas
23/10/2017 - 07h40
Em oito dias, Mato Grosso do Sul registra queda de 55 mil raios
23/10/2017 - 07h02
Medidas anunciadas por Temer farão ressurgir o rio Taquari, diz Ruiter
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.