TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Educação - 22/04/2015 - 06h30

Formação rural on line faz graduados e pós-graduados voltarem a estudar




Por Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul / Redação Pantanal News

Aula inaugural no Sindicato Rural de Maracaju (MS)

Graduado em Tecnologia e Gestão Financeira e trazendo no currículo duas especializações, Asdrubal Mariano de Lima, 46 anos, está de volta aos bancos escolares. ‘Bancos’ é maneira de dizer, pois a tecnologia mudou a referência também do sistema de ensino. Lima é um dos 180 sul-mato-grossenses aprovados no curso Técnico de Agronegócio, oferecido desde março pelo Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural pelo programa Rede e-Tec.

O mais surpreendente é que Lima não está sozinho. São ao todo 45, ou 25% dos alunos aprovados no curso que têm formação superior, vários deles inclusive com pós-graduação.  Mas o quer faz um profissional desse patamar frequentar um curso de nível médio? “Sou do interior de São Paulo e moro há 15 anos em Dourados. Cheguei aqui para ministrar treinamentos em usinas de açúcar e álcool e apesar das especializações que possuo, acho necessário aprender mais sobre a dinâmica do agronegócio”, justifica, ressaltando que escolheu a capacitação também pela facilidade em acompanhar as aulas, oferecidas pelo método à distância.

A procura por complementação na carreira ou especialização vem aumentando nos últimos anos em todo país. E a modalidade que vem obtendo mais espaço entre os estudantes nas últimas duas décadas é o EaD – Ensino à Distância, escolhida por 14,6% dos candidatos de acordo com o censo de Educação Superior  do Inep - 2010. Com objetivo de atender este público, como também aqueles que têm dificuldade para frequentar um curso presencial, o Senar firmou uma parceria com o MEC - Ministério da Educação para levar a oito municípios brasileiros a Rede e-Tec Brasil.

A primeira qualificação oferecida é o curso de nível médio Técnico em Agronegócio, com 1.250 vagas oferecidas em oito estados. No total, foram aprovados 180 alunos de Mato Grosso do Sul, os quais participam das aulas on lines regularmente e presenciais a cada duas semanas, assistidas em polos montados nos sindicatos rurais de Dourados, Inocência e Maracaju.

O superintendente regional do Senar, Rogério Beretta, avalia que a procura por esta qualificação indica a conscientização do trabalhador rural e de outros profissionais que querem atuar no setor e investem na carreira. “Foi um grande reconhecimento o Senar de Mato Grosso do Sul ser escolhido para iniciar o programa com três polos presenciais e registrar uma procura tão expressiva de candidatos, como aconteceu em Maracaju, por exemplo. No entanto, nossa maior surpresa foi comprovar a participação de profissionais já estabelecidos em suas carreiras. Isto indica a confiança no trabalho da instituição”, considerou.

Acompanhando a evolução do agro, Lima reforça que o setor agropecuário é a base da economia do país e por isso acha viável investir em mais qualificação, porque vê as oportunidades se ampliando. “Toda a população precisa se alimentar, independente da classe social. E quem são os responsáveis? Os produtores rurais, por isso, precisam receber orientação e qualificação para melhorar a gestão da propriedade e dos negócios”, pontua.

Mudança - Quase no outro extremo do Estado, Maria Helena Hipólito Teodósio, 54 anos, foi aprovada para participar da mesma qualificação, pelo polo presencial de Inocência. O município é campeão no número de alunos que já possuem outras graduações: 19 no total. Formada em Direito e Medicina Veterinária, Maria Helena decidiu frequentar o curso para dominar técnicas de gestão rural. “Eu sou produtora rural e tenho propriedades em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo e resolvi fazer uma qualificação com foco específico em agronegócio. Minha família sempre trabalhou com pecuária de corte, mas estou planejando iniciar criação de ovelha e frango caipira”, detalha.

Maria Helena obteve a segunda melhor nota no processo seletivo e considera que a educação técnica rural pode resolver dois problemas latentes no meio rural: gestão e renda. “Não adianta a pessoa ter terra e não saber administrar. Muitos tentam, batalham e acabam desistindo por não conseguir melhorar financeiramente. A partir do momento que obtém conhecimento, estes proprietários irão reestruturar a gestão, aumentar os lucros e permanecer junto com a família na área rural”, concluiu.

A administradora de empresas, Danuza Galli, 35 anos, uma das aprovadas para o curso do Senar pela rede E-tec no município de Maracaju, procurou o curso para ajudar o pai, produtor rural, a administrar a propriedade da família. “Meu último trabalho foi no setor de comércio, porém, resolvi trabalhar com meu pai e incentivar minha irmã mais nova a concluir os estudos. Confesso que estou gostando bastante do curso e o fato do curso ser à distância também facilita conciliar com as atividades do dia a dia”, avaliou.

Maria Helena é médica veterinária e advogada e cursa a qualificação de Técnico em Agronegócio no polo de Inocência (MS)

Sobre o Sistema Famasul – O Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) é um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. É formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e pelos sindicatos rurais do Estado.

O Sistema Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integram a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Como representante do homem do campo, põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 17% do PIB sul-mato-grossense.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
27/10/2017 - 14h32
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos de Corumbá
27/10/2017 - 10h48
IFMS ofertará seis novos cursos de graduação em 2018
20/10/2017 - 09h30
Enem 2017: locais de prova já estão disponíveis no cartão de confirmação
18/10/2017 - 16h10
Local de prova do Enem será divulgado na sexta a partir das 10h, diz Inep
18/10/2017 - 16h05
Corumbá: Estudantes devem fazer rematrícula para vaga na Rede Municipal de Ensino
 
Últimas notícias do site
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.