especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 17/04/2015 - 10h35

Empresas reduzem consumo, mas custo da conta de energia aumenta

Informação é da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems). Após reajustes, energia está 50% mais alta, afirma federação.




Reprodução/TV Morena

Por G1 com informações da TV Morena / Redação Pantanal News

Para algumas empresas em Campo Grande,  a energia é uma ferramenta de produção, e isso dificulta qualquer tipo de redução de gastos. Algumas reduziram o consumo, mas a custo final da conta aumentou.

O empresário Fábio Baumgartmer é um consumidor de alta tensão, já que na indústria dele a energia é a base de todo o processo. A câmara fria da empresa tem que ser mantida com temperaturas negativas. Nos meses de verão ele produz por dia 13 toneladas de gelo.

De acordo com o empresário, para evitar gastos, o quadro de funcionários foi reduzido. E mesmo com a produção pela metade, Baumgartmer foi surpreendido com a conta de energia, que veio além do que esperava.

Já em um mercado de bairro, uma grande máquina de climatização deixa o ambiente mais fresco.

A comida precisa ser mantida refrigerada devido à exigência da vigilância sanitária. No mês de março, o consumo de energia foi maior, no mês de abril o mercado economizou 500 KW/ h e ainda assim foi pago de energia R$ 1078 a mais.

Os valores nas contas de um mês para o outro aumentaram. Em março era pago pouco mais de R$ 4 mil e em abril já passa dos R$ 5 mil, isso corresponde mais de 20% de aumento no valor final.

Para o setor industrial, que tem tarifas diferenciadas, o aumento foi grande. A Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems) não tem um comparativos dos impactos desse aumento no custo, mas, uma pesquisa acompanha a evolução do reajuste na tarifa que está 50% mais cara.

Dentro dos reajustes,  31,27% do aumento se deu por causa da geração de energia mais cara por conta da seca nas hidrelétricas e do custo de geração nas termoelétricas que usam combustíveis.

O aumento de 15% foi recorrente a aplicação da bandeira vermelha, que cobra R$ 5,50 a cada 100 kw/ h. Além dos 3,64% de aumento previsto pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
28/11/2017 - 10h54
Projeto ferroviário vai expandir fronteira do agronegócio, diz Reinaldo
28/11/2017 - 10h46
Prefeitura vai ajustar gratificações para assegurar salários dos servidores
27/11/2017 - 15h13
Saques da terceira etapa de pagamentos do PIS/Pasep já estão disponíveis
27/11/2017 - 14h12
Cheques de qualquer valor serão compensados em até um dia útil
27/11/2017 - 09h30
Economia deve movimentar R$ 38 milhões com 13° salário em Corumbá e Ladário
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.