especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Política - 10/03/2015 - 08h25

Moka defende fim da eleição proporcional e cita Fábio Trad




Divulgação

Moka afirma que sistema causa distorções
Por Assessoria / Redação Pantanal News

O senador Waldemir Moka (PMDB-MS) defendeu ontem (9), o fim do sistema proporcional para eleição de deputado federal, deputado estadual e vereador. Em aparte a discurso do senador Blairo Maggi (PR-MT), o parlamentar sul-mato-grossense afirmou que a eleição proporcional provoca distorções na disputa desses cargos.

Moka citou o caso do ex-deputado Fábio Trad (sem partido), que obteve mais votos do que outros três deputados federais eleitos por Mato Grosso do Sul nas eleições de 2014. Se fosse pelo sistema majoritário, de acordo com o senador, Trad teria sido eleito como o sexto mais votado. “É uma distorção que precisa ser corrigida na reforma política”, defendeu.

O parlamentar disse que tornou comum partido de menor expressão indicar celebridade para disputar cargo político para garantir mais vagas pela distribuição do quociente eleitoral. “Com votação expressivas dessa figura pública, a legenda acaba elegendo candidatos com 500, 300 e até 200 votos, quando outros candidatos tiveram 10 mil votos, por exemplo”, afirmou.

Moka explica que essas distorções acabam também influenciando muitos pretensos candidatos no momento de se filiar a uma agremiação política. Segundo ele, a escolha não é feita por ideologia ou por preferência partidária, mas pelo partido em que poderá ser eleito com menos votos.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
30/11/2017 - 09h34
Deputado Dr. Paulo Siufi recebe Prêmio Amigo do Cotolengo
29/11/2017 - 16h00
PL do deputado Dr. Paulo Siufi que proíbe linha chilena em pipas passa em 2ª votação
28/11/2017 - 10h01
Protesto não impede e Assembleia aprova reforma por 13 votos a 7
28/11/2017 - 07h08
Em dia de votação, ‘tropa de choque’ cerca Assembleia e Governadoria
27/11/2017 - 12h40
Siufi entrega a Puccinelli Comenda e Diploma de Honra ao Mérito legislativo
 
Últimas notícias do site
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
11/12/2017 - 06h40
Semana começa sem chuva em boa parte de MS e máxima chega aos 38ºC
08/12/2017 - 15h54
Final de semana será de chuva e temperaturas altas em todo MS
07/12/2017 - 10h30
Comando do 6° Distrito Naval comemora o Dia do Marinheiro
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.