especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 26/02/2015 - 07h47

Morador denuncia vazamento de 20 mil litros de água em bairro de MS

Empresa diz que houve ligação clandestina e que já fez os reparos. Homem se disse indignado com vazamento em tempos de racionamento.




Marden Ubirajara

Vazamento se estendeu por 12 quadras, conforme moradores

Marden Ubirajara

Morador flagra vazamento em bairro de Campo Grande
Por Graziela Rezende do G1 MS / Redação Pantanal News

Em tempos de racionamento de água em diversas regiões brasileiras, moradores do Jardim Canguru, em Campo Grande, denunciaram nesta quarta-feira (25), um vazamento de água potável. A assessoria de imprensa da Águas Guariroba disse ao G1que já fez o reparo no local.

“É dolorido ver essa água ir embora, em tempos de racionamento, no qual tem gente morrendo de sede e até assaltando caminhão-pipa para sobreviver. Acredito que, quando ocorre um vazamento como esse, o conserto deve ser breve, de no máximo até três horas”, reclamou o policial aposentado Marden Ubirajara, 39 anos.

Ao todo, o vazamento que teve início na noite desta terça-feira (24), se estendeu por 12 quadras e totalizou cerca de 20 mil litros de água, conforme Ubirajara.

“De início achei até que alguém estava esvaziando uma piscina, pois fica em frente a uma casa com muitas crianças. Mas depois ficamos sabendo que se tratava de uma religação clandestina”, comentou o policial.

Questionada sobre o problema, a assessoria de Águas disse que uma equipe foi ao local na tarde desta terça-feira. Eles tentaram fazer o corte no cavalete, por conta dos débitos do morador.

No entanto, como não foi possível pelos funcionários não terem acesso ao hidrômetro, o procedimento da empresa é efetuar o corte pelo ramal.

O morador, conforme a assessoria, violou o corte e religou a água por meio de um “gato”, sendo que o vazamento se estendeu por toda a noite e início da manhã. Por volta das 11h (horário de MS), uma equipe foi ao local e fez o reparo. O débito para quem violar este lacre, de acordo com a empresa, é de R$ 250,15.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
02/02/2018 - 06h21
Corumbá: Prefeito recebe pecuaristas e apresenta ações para o Rio Taquari
01/02/2018 - 08h00
Corumbá: Secretaria de Educação entrará em contato com cadastrados na lista de espera
31/01/2018 - 08h00
Corumbá se consagra como corredor logístico do MS com importação de ureia
26/01/2018 - 08h33
Governador retorna das férias e entrega obras em Maracaju
22/01/2018 - 09h01
Luto: Faleceu em Corumbá o advogado Adelmo Salvino de Lima
 
Últimas notícias do site
19/02/2018 - 06h49
Semana começa com garoa e previsão é de tempo instável em MS
16/02/2018 - 06h53
AGENDONA: Fim de semana de enterro dos ossos, música, teatro, oficinas e mais
16/02/2018 - 06h13
Inmet prevê sol entre nuvens e chuva para sexta-feira em todo o MS
15/02/2018 - 16h16
A Falta de Educação
15/02/2018 - 16h10
Grupo busca voluntários para retirar toneladas de lixo do Rio Aquidauana
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.