zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Política - 05/02/2015 - 15h50

Moka desaprova escolha de apenas “Renanzistas” para direção do Senado




Divulgação

Moka diz que escolha de aliados de Renan foi antidemocrática
Por Assessoria / Redação Pantanal News

O senador Waldemir Moka (PMDB) classificou de “arbitrária” e “antidemocrática” a forma com que o Senado escolheu na noite de ontem (4) os titulares dos cargos da Mesa Diretora. Foram eleitos o primeiro e o segundo vice-presidente, primeiro, segundo, terceiro e quarto secretário. O presidente tinha sido escolhido no domingo (1). 

A nova direção do Senado só terá integrantes dos partidos que apoiaram a reeleição de Renan Calheiros (AL), na disputa pela presidência contra Luiz Henrique (SC), ambos do PMDB. A manobra causou revolta, especialmente do PSDB e PSB que perderam espaço na Mesa. Renan e Aécio bateram boca. 

Moka lamentou a falta de diálogo na escolha dos integrantes da Mesa e considerou “antidemocrática” a exclusão dos que não manifestaram apoio a Renan. “Após se eleger, o senador Renan deveria ter procurado conciliar os dois lados que estiveram na disputa. Mas não foi o que houve”, afirmou. 

Um dos principais articuladores da candidatura de Luiz Henrique, o sul-mato-grossense ausentou-se ontem do plenário, após apresentar sua posição contrária à forma como estava sendo conduzida a votação do restante dos cargos de direção, desconsiderando a regra proporcionalidade dos partidos. 

“Para deixar clara a minha posição de discordância, me ausentei do Plenário, já que a votação era secreta e o meu voto poderia ser, depois, objeto de controvérsias. E eu não sou homem de fazer esse tipo de coisa”, disse Moka, em aparte nesta quinta-feira (5) a pronunciamento do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 08h20
Cinco propostas devem ser analisadas na Ordem do Dia desta terça-feira
16/10/2017 - 10h04
Projeto prevê transporte gratuito para hemofílicos de MS
16/10/2017 - 10h02
Mochi destaca o crescimento de MS em seus 40 anos de divisão
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.