zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 28/01/2015 - 06h03

Governo negocia com bancos pagamento de consignados de servidores




Por Bruno Chaves do Notícias MS/ Redação Pantanal News

Foto Chico Ribeiro
Campo Grande (MS) – O Governo de Mato Grosso do Sul negocia com instituições financeiras o pagamento de dívida de aproximadamente R$ 51 milhões de empréstimos consignados contraído por servidores. O valor foi descontado dos salários de dezembro dos funcionários, mas não foi repassado aos bancos credores. Com isso, quem contraiu empréstimos pode ter os dados incluídos nos sistemas de proteção ao crédito.
Segundo o governador Reinaldo Azambuja, essa é outra má herança herdada de restos a pagar da antiga administração. “[O dinheiro] foi retirado do servidor, mas não repassado aos bancos”, disse ele nesta terça-feira (27).
Evitar prejuízos
Para evitar que servidores que fizeram empréstimos tenham prejuízos, como a inclusão do CPF em cadastros de proteção ao crédito, o governador anunciou que busca um entendimento com as instituições bancárias. “Estamos propondo uma pactuação com os bancos que têm maior volume de consignados. Isso para tentar equacionar um parcelamento do pagamento”, afirmou.
O secretário de Estado de Fazenda (Sefaz), Márcio Monteiro, está a frente das negociações. Conforme os representantes do governo, a verba pública disponível em caixa não é o suficiente para quitar a dívida.
“Quando uma gestão retém recursos, encargos de folha de pagamento e não liquida o débito, é uma falha”, disse Márcio. “As informações completas (sobre as movimentações financeiras da gestão passada) serão encaminhadas aos órgãos de controle até março e eles tomarão as medidas que acharem necessárias. O fechamento do balanço dará mais subsídios ao Estado para saber mais sobre as movimentações, pagamentos e receitas”, garantiu.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/10/2017 - 09h52
Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE
16/10/2017 - 11h25
Restituição do IR já está disponível para 31,5 mil contribuintes de MS
13/10/2017 - 09h41
Reajustes da Petrobras deixaram gás de cozinha 50% mais caro este ano
10/10/2017 - 10h15
Petrobras eleva preço do botijão de gás em 12,9% a partir desta quarta
02/10/2017 - 14h30
Governo estadual paga salário com reajuste a servidores nesta terça-feira
 
Últimas notícias do site
23/10/2017 - 09h54
Prefeito de Corumbá representa o Brasil em seminário internacional do FONPLATA sobre hidrovia
23/10/2017 - 08h55
Semana em MS começa com 169 vagas em concursos públicos
23/10/2017 - 07h41
PMA e parceiros realizam Educação Ambiental para alunos em escolas ribeirinhas e indígenas
23/10/2017 - 07h40
Em oito dias, Mato Grosso do Sul registra queda de 55 mil raios
23/10/2017 - 07h02
Medidas anunciadas por Temer farão ressurgir o rio Taquari, diz Ruiter
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.