zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 08/01/2015 - 07h15

Com importação de US$ 1,480 bi, China é o grande parceiro de MS

Principal item exportado para o país asiático foi a soja em grãos. Estado exportou seus produtos para um total de 151 destinos.




Asscom/Appa

Soja em grãos foi o principal item exportado por Mato Grosso do Sul para a China
Por G1 MS com informações do Anderson Viegas do Agrodebate / Redação Pantanal News

 Mato Grosso do Sul teve na China o seu grande parceiro comercial em 2014. Segundo dados do Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior via internet (Aliceweb), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), dos US$ 5,245 bilhões vendidos em produtos para o mercado internacional no ano passado, US$ 1,480 bilhão, o equivalente a 28,23%, foram para o país asiático.

Segundo o Aliceweb, o estado exportou para a China um total de 20 produtos no ano, mas um grupo de cinco itens concentrou 98,86% do faturamento. O principal item comercializado foi a soja em grãos, com um volume de 1,885 milhão de toneladas e que resultou em uma receita de US$ 949,946 milhões, representando 64,14% do total.

Depois da soja aparecem na lista dos principais itens vendidos para os chineses: a celulose, com um faturamento de US$ 358,423 milhões (24,20% do total), o couro bovino em diferentes estágios de processamento, com US$ 68,058 milhões (4,59%), pedaços e miudezas comestíveis de galos e galinhas congelados, com US$ 60,618 milhões (4,09%) e o açúcar com US$ 27,354 milhões (1,84%).

Além da China, o estado exportou seus produtos para outros 150 destinos no ano passado. Após o país asiático aparecem em destaque na lista de maiores importadores de itens sul-mato-grossenses: a Argentina, em segundo lugar, com compras que totalizaram US$ 526,718 milhões, a Rússia, em terceiro, com aquisições de US$ 378,763 milhões, a Holanda, em quarto, com importações de US$ 316,929 milhões e a Itália, em quinto, com US$ 295,957 milhões.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/10/2017 - 09h52
Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE
16/10/2017 - 11h25
Restituição do IR já está disponível para 31,5 mil contribuintes de MS
13/10/2017 - 09h41
Reajustes da Petrobras deixaram gás de cozinha 50% mais caro este ano
10/10/2017 - 10h15
Petrobras eleva preço do botijão de gás em 12,9% a partir desta quarta
02/10/2017 - 14h30
Governo estadual paga salário com reajuste a servidores nesta terça-feira
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.