zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Política - 02/01/2015 - 06h24

Reinaldo diz que vai cortar seu salário pela metade e cargos comissionados

Governador de MS fala sobre contenção de gastos em entrevista coletiva. Tucano afirma que só investirá no Aquário do Pantanal após auditoria.




Por Tatiane Queiroz do G1 MS / Redação Pantanal News

Reinaldo Azambuja durante coletiva de imprensa (Foto: Lucas Lourenço/ G1 MS)Governador Reinaldo Azambuja durante coletiva de imprensa (Foto: Lucas Lourenço/ G1 MS)

Depois da solenidade de posse, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), concedeu entrevista em coletiva de imprensa no Plenarinho da Assembleia Legislativa, em Campo Grande. O tucano afirmou que tomará providências imediatas para a contenção de despesas em seu governo.

“Amanhã já assinaremos decretos para isso. Como nós fizemos uma nova estruturação administrativa, nós vamos dar 90 dias para que as secretarias se adéquem e diminuam, em pelo menos 20%, o número de cargos comissionados. Planejamento para nós é fundamental. Vamos reduzir os custos do governo”, declarou.

Reinaldo Azambuja anunciou ainda a diminuição de seu salário. “Reduzimos pela metade para mostrarmos que nós teremos um início de governo de grandes contenções de despesas”.

O governador voltou a falar do Aquário do Pantanal e reafirmou que só voltará a investir no empreendimento após auditoria.

Em relação à economia, Azambuja destacou o setor do agronegócio. Ele anunciou medidas para o crescimento de potencialidades do estado, como a produção de etanol.

“Não somos produtores de petróleo, somos produtores de álcool. No entanto, Mato Grosso do Sul é um dos estados onde a população menos consome etanol. Somos o segundo maior produtor de álcool do país. Governo vai fazer um estudo e vai implantar ações para a redução da alíquota, para a diminuição dos preços na bomba e para o fortalecimento do setor”, disse.

Após a coletiva de imprensa, Reinaldo e Professora Rose (PSDB) seguiram para a Governadoria, onde o chefe do Executivorecebeu a faixa governamental do ex-governador André Puccinelli (PMDB). O ato foi realizado na sacada da Governadoria.

Posse
Pouco antes, Reinaldo Azambuja e a vice-governadora Professora Rose (PSDB) 
foram empossados na Assembleia Legislativa. Após o Hino Nacional, o tucano fez um juramento em respeito à Constituição sul-mato-grossense e foi aplaudido pelas autoridades e pelos convidados.

No discurso de posse, Reinaldo Azambuja lembrou de sua família, de sua história e se emocionou ao lembrar do pai, já falecido. Em seguida, falou das primeiras medidas de seu mandato.

“Para reduzir custos, decidimos enxugar as estruturas administrativas e, como medida exemplar, decidi cortar o meu salário pela metade. Seremos um governo que não teme ser fiscalizado”, declarou.

Reinaldo Azambuja afirmou que o primeiro passo é resgatar o valor do planejamento público, gastar menos com burocracia para investir mais nas pessoas. “Anuncio a minha primeira ação como governador: a organização dos mutirões da saúde, para acabar com as filas vergonhosas dos pacientes. A vida das pessoas não pode esperar pela boa vontade dos governos”.

Depois do discurso do novo chefe do Executivo, o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), encerrou a sessão de posse, que durou menos de uma hora.

Diplomação
O governador e a vice-governadora foram diplomados no dia 15 de dezembro de 2014, durante solenidade realizada no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), em Campo Grande. Durante o evento, foram diplomados, ainda, a senadora eleita por Mato Grosso do Sul, Simone Tebet (PMDB), 
8 deputados federais e 24 deputados estaduais.

Eleição
Reinaldo Azambuja e Professora Rose foram eleitos no segundo turno das Eleições 2014 em Mato Grosso do Sul, com 741.516 votos, que corresponde a 55,34% dos votos válidos. Os tucanos venceram em 42 dos 79 municípios do estado. De acordo com o TRE-MS, Azambuja teve melhor desempenho na cidade de Cassilândia, onde obteve 69,48% dos votos válidos, pouco mais que Rochedo, onde obteve 69,39%.

Nascido 1963, em Campo Grande, Azambuja iniciou a vida profissional no setor do agronegócio, como pecuarista. Começou sua carreira política em 1996, quando foi eleito prefeito de Maracaju, cidade a 157 km da capital sul-mato-grossense. Foi reeleito em 2000. No último mandato, assumiu a presidência da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul). Em 2006, foi eleito deputado estadual e, em 2010, deputado federal. Em 2012, disputou a Prefeitura de Campo Grande e ficou em terceiro lugar no computo geral dos votos.

Professora Rose nasceu em 1978, em Culturama, distrito da cidade de Fátima do Sul. É bacharel em história e já foi vereadora de Campo Grande. Tem diversos projetos ligados à área social e educação, políticas de proteção às mulheres e combate à violência contra crianças. Ela é autora das leis “Antibullyng nas Escolas”, “Bolsa-universitária”, “Férias no Ceinf” e de leis de proteção à mulher, como o “Botão do Pânico” e de “cirurgias reparadoras para vítimas de violência”.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 08h20
Cinco propostas devem ser analisadas na Ordem do Dia desta terça-feira
16/10/2017 - 10h04
Projeto prevê transporte gratuito para hemofílicos de MS
16/10/2017 - 10h02
Mochi destaca o crescimento de MS em seus 40 anos de divisão
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.