TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Aldeias do Pantanal - 01/12/2014 - 06h20

Índios avisam em carta que vão continuar lutando por terra tradicional




Divulgação/Cimi

Índios Terena estão na fazenda desde a última sexta-feira.
Por Viviane Oliveira do Campo Grande News / Redação Pantanal News

 Após ocupação de parte da Fazenda Maria do Carmo, no distrito de Taunay, em Aquidauana, na madrugada de sexta-feira (28), o Conselho Terena divulgou uma carta dizendo que enquanto o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, não assinar a portaria declaratória da terra, os índios continuarão as retomadas. “Nós Terena de Taunay/Ipegue reafirmamos que continuaremos retomando nosso território tradicional”, avisam no texto.

O processo demarcatório da Terra Indígena Taunay/Ipegue começou há 29 anos e mesmo com o prazo determinado na Constituição Federal de 1988 para concluir todas as demarcações, a terra ainda não está demarcada.

Conforme a carta, em 2010 a Justiça Federal suspendeu o processo demarcatório atendendo pedido dos fazendeiros. No entanto, em abril deste ano, a decisão foi revogada e há sete meses os índios esperam o Ministério da Justiça expedir a portaria declaratória. “Enquanto não for assinada nossa portaria declaratória continuaremos retomando fazenda por fazenda que incide em nosso território e faremos a autodemarcação de nosso território tradicional”, afirmam.

Nesta terça-feira deve acontecer, em Campo Grande, uma reunião com promotores de Justiça sobre o assunto. De acordo com o Cimi (Conselho Indigenista Missionário) a área onde está localizada a fazenda Maria do Carmo teve os estudos de identificação conclusos em 2004 e foi reconhecida como terra indígena, junto com outras 16 propriedades da região. 

As famílias que estavam na propriedade no dia da chegada dos terena já deixaram a fazenda.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
26/10/2017 - 07h05
MS: Cestas de alimentos beneficiam 2.855 mil famílias indígenas
05/05/2017 - 16h18
Campanha de vacinação dos povos indígenas 2017 começa nesta sábado
23/03/2017 - 10h58
Mato Grosso do Sul: Indígenas recebem cestas de alimentos da Conab
09/02/2017 - 10h14
Presidente nacional da Funai visita Dourados e áreas de conflito em MS
23/01/2017 - 07h27
Mitologia dos índios Guaranis vai representar o Brasil no Festival de Berlim
 
Últimas notícias do site
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.