zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 03/11/2014 - 06h18

Lagoa Comprida: Um paraíso ameaçado




Por *SGT Lídio de Souza Neto

 A nossa “celebrada” Lagoa comprida, com suas belezas naturais e um bioma pantaneiro quase completo, localizada em um ponto estratégico dentro da cidade de Aquidauana, é considerada um privilégio de poucos municípios.

Só que não podemos esquecer que esse santuário ecológico, vem sofrendo degradação ambiental de toda ordem. Com suas belezas naturais cênicas inigualáveis, deveria ter um tratamento à altura por parte das autoridades municipais e, também, da comunidade em toda sua plenitude.

Com suas peculiaridades e beleza única é, sem dúvidas, um cartão postal que orgulha a todos aquidauanenses. Encontra-se localizada no futuro “coração” da cidade de Aquidauana, em virtude de seu crescimento demográfico estar direcionado ao seu entorno, bem como, às regiões do morrinho, Nova Aquidauana, Santa Terezinha, São Pedro, Jardim Aeroporto e adjacências.

A perpetuação da Lagoa Comprida, por ser um fragmento do Bioma Pantaneiro, tem uma relação muito estreita com as chuvas e, consequentemente, com as cheias do pantanal. Porém, estando vulnerável por estar localizada dentro da área urbana do Município.

Com sua disponibilidade hídrica e uma biodiversidade rica de sua flora e fauna é um potencial ecológico de fácil acesso que precisa ser explorada de maneira racional, sob pena de lavá-la a exaustão.

Com suas variadas formas de vegetações características do pantanal, tem em suas áreas rasas, vegetação rasteira herbácea aquática muito importante para a ictiofauna local. Nesse meio, se desenvolve uma rica comunidade de plâncton vegetal e animal.

Esses plânctons se constituem em alimento das primeiras fases do desenvolvimento dos peixes. Também é o principal alimento dos peixes adultos de espécies planctófogas, como o curimbatá, sairu e outros de hábitos semelhantes.

Esse Ecossistema e seu Patrimônio Genético, com sua Biodiversidade, é objeto de desejo de muitos municípios, que dariam tudo para ter esse patrimônio ecológico ao seu alcance. Ainda bem que essa maravilha, apesar de frágil, é intransferível.

Com suas peculiaridades naturais, tem potencial para se tornar um parque aquático de múltiplo emprego, com características para a prática de várias modalidades esportivas, além do lazer e turismo contemplativo. Sua disponibilidade de flora e fauna pantaneira poderia, também, ser usada em aulas de campo com alunos de diversos segmentos.                                                                             

Por outro lado, não podemos deixar de mencionar as agressões que esse complexo vem sofrendo ao longo dos anos.  Com um ecossistema pantaneiro quase completo, porém frágil, são visíveis as degradações em sua flora, fauna e ictiofauna.

Muitas dessas agressões foram praticadas pelo próprio Poder Público, a exemplos das construções de algumas vilas ao seu entorno, onde foram suprimidas frações de sua mata ciliar. Com esse crescimento demográfico é fácil de encontrar lixos orgânicos, restos de construções, animais mortos, queimadas entre outros crimes ambientais.

Hoje, parte de sua mata ciliar, se transformou em um verdadeiro “biotério a céu aberto” hospedeiro de insetos vetores de várias doenças, como baratas, grilos, além dos temíveis mosquitos aedes aegypti e flebótomo, transmissores da dengue e leishmaniose respectivamente.  

Por outro lado, parte dessas degradações é fruto da falta de conscientização da própria comunidade, que deposita lixos de toda ordem nesse local. Como exemplo: algumas figuras tomam seu “tererézinho”, deixando garrafas pets e embalagens diversas às margens da lagoa. Isto é uma rotina!

A falta de uma política racional por parte dos responsáveis pela fiscalização e gerenciamento do meio ambiente em Aquidauana, talvez por desconhecimento ou descaso, deixam de adotar algumas medidas simples, porém objetivas. Com certeza, essas pequenas atitudes minimizariam essas degradações ambientais.

Alguns exemplos da inércia do nosso Poder Público: não há nenhum compartimento para coleta do lixo, não temos vigia (guarda-parque), não há manutenção condizente do local entre outras prioridades. Por outro lado, há necessidade sistematicamente da força policial, em virtude de que o local passou a ser ponto de compartilhamento de usuários de drogas.

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões.  

 

Envie o seu artigo, a título de colaboração, para: redacao@pantanalnews.com.br

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/05/2017 - 09h01
Heraldo Pereira e Bosco Martins: um breve reencontro entre amigos
04/05/2017 - 14h30
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte VI
02/05/2017 - 11h08
O poeta de Sobral
24/04/2017 - 09h53
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte V
20/04/2017 - 15h12
Adolescentes em risco de suicídio e o jogo da Baleia Azul
 
Últimas notícias do site
22/05/2017 - 16h06
“Pobre Diabo Louco e seu Discurso para Moscas” na Mostra Boca de Cena
22/05/2017 - 15h52
Defesa de Temer desiste de recurso no STF que pedia suspensão de inquérito
22/05/2017 - 15h44
Deputado Dr. Paulo Siufi reúne farmacêuticos para discutir Anteprojeto do Piso Salarial
22/05/2017 - 11h41
Plataformas online abrem inscrições gratuitas para simulado do Enem
22/05/2017 - 11h06
Campanha de vacinação contra gripe termina na sexta-feira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.