especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Educação - 31/10/2014 - 16h52

Nível de escolaridade de mulheres é maior que de homens em MS

Dados foram divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira (31). Levantamento aponta diferenças com base nos censos de 2000 e de 2010.




Por Tatiane Queiroz do G1 MS / Redação Pantanal News

 As mulheres continuam a reverter as desigualdades com relação aos homens na educação em Mato Grosso do Sul, segundo as estatísticas de gênero apresentadas pelo Insitituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGEnesta sexta-feira (31). Em dez anos, o percentual de mulheres com Ensino Superior completo no estado subiu de  7,43% para 13,8%, enquanto o de homens com o mesmo nível de escolaridade variou de 6,12% para 10,1%.

Os dados apresentados apontam as diferenças entre mulheres e homens em diversos aspectos com base nos censos de 2000 e de 2010. Ainda segundo o IBGE, em dez anos, o índice de mulheres apenas com Ensino Fundamental incompleto baixou de 65,7% para 48,5% e o de homens de 67,5% para 52,9%, ou seja, nesse nível de escolaridade, aumentou a diferença de percentuais entre os gêneros.

Apesar do aumento do número de mulheres com maior nível de escolaridade em Mato Grosso do Sul, os dados revelam que ainda há disparidade no quesito racial. Em 2010, o percentual de mulheres brancas (19,2%) graduadas no estado era quase o dobro de percentual de mulheres negras ou pardas (8,25%).

Em relação aos homens, o IBGE aponta que a disparidade no quesito racial é ainda maior. Em 2010, o índice de homens brancos universitários era de 14,9%, quase três vezes maior que o percentual de homens pretos ou pardos, de 5,67%. Em 2000, o percentual de mulheres negras e pardas com Ensino Superior era de 3,54% e de homens negros ou pardos era de 2,59%. Já o de mulheres brancas graduadas era de 10,1% e o de homens brancos de 8,82%.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
27/10/2017 - 14h32
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos de Corumbá
27/10/2017 - 10h48
IFMS ofertará seis novos cursos de graduação em 2018
20/10/2017 - 09h30
Enem 2017: locais de prova já estão disponíveis no cartão de confirmação
18/10/2017 - 16h10
Local de prova do Enem será divulgado na sexta a partir das 10h, diz Inep
18/10/2017 - 16h05
Corumbá: Estudantes devem fazer rematrícula para vaga na Rede Municipal de Ensino
 
Últimas notícias do site
08/12/2017 - 15h54
Final de semana será de chuva e temperaturas altas em todo MS
07/12/2017 - 10h30
Comando do 6° Distrito Naval comemora o Dia do Marinheiro
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
04/12/2017 - 15h51
Em Brasília, prefeito busca recursos para saúde e infraestrura
04/12/2017 - 07h44
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.